José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


A televisão funciona muito bem quando desligada. 

O meu médico mandou eu parar de fumar, senão morria. Espero, pacientemente, que parem de fabricar cigarros. 

Queria saber porque eu estudei latim durante 4 anos. 

Ninguém é insubstitível até daqui há pouco. 

O homem não pode ver uma igreja que logo fica com vontade de fundar um banco. 

Não dá prá mentir mais: a melhor mulher é do próximo! 

Não consigo fazer meu cachorro falar, nem ele consegue fazer eu latir. 

O político não põe banca. Põe no banco 

Meu telefone é infernal: não toca o dia inteiro. 

Virei igreja: as mulheres que me procuram só querem dinheiro. 

As religiões ricas estão acabando com as religiões dos pobres. 

A forca foi inventada à força. 

A única coisa que funciona bem no escuro é o fósforo. 

Amor não correspondido é igual a uma cachoeira que em vez de descer, sobe. 

O valente sempre tem uma arma escondida. 

Quando você leva um choque tem sempre alguém por perto pra perguntar se você levou um choque. 

E disse Edir Macedo: Templo é dinheiro. 

Em tempo de festas o galo sempre dá plantão na porta do galinheiro. 

"Velhice é um porre"- disse o porre. 

Nenhum homem se mata por amor; é exatamente o contrário: ele se mata por falta de amor. 

Seja honesto e bom, mas não seja fanático. Roube com moderação. 

No sexo dos oprimidos, leva mais vantagem que estiver mais esprimido. 

A lógica, às vezes, não tem o mínimo senso. 

O baixo teor de nicotina continua aumentando os casos de câncer. Quem disse que diminuir não ajuda os dependentes? 

Catarina, a Grande tinha exatamente 1m35cm de altura. 

Cedro puro e reluzente não faz a casa feliz. 

Um amor sobrevive ao outro. 

Peixe que nada muito assanhado é o primeiro na mesa de jantar do pescador. 

Quando a galinha em vez de ovo, colocou a boca no mundo, os galos começaram a correr. 

Sexo, quando é bom, é ótimo, quando é ruim, ainda continua bom. 
José Kappel
Enviado por José Kappel em 31/07/2018


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras