José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos

Saia de Homem
Quem manda,
manda isso,
manda aqui;
mas na mulher
ele desanda!

Homem passado,
cheio de idades,
e feitos honrosos,
mas na mulher,
essa, ele não é
pomposo.

Que fazer?

Pobre homem do meio,
um dia sobe a ladeira
outro dia é atirado
pela
ribanceira;
mas na mulher
ele não tira beira
porque ela é macho
sim senhor!

Macho que, quando
levanta a saia, com fé,
não está vestida de santo.

E quando anda, até
mas parece um boi
sem lei,
com um rosto onde
alça
rala barba,
de dar medo
até em São Tomé.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 15/04/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras