José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos

O Ladrão de Bancos
O ladrão entra no banco e vai logo gritando:

- Quero as chaves do cofre agora!

E o gerente: As chaves não estão comigo estão com o sub-gerente. E ele: não estão comigo não. Ontem entreguei pro contador !.


E o contador: Já não estão mais comigo não. Entreguei, antes de sair,pro advogado. E o advogado: Não estão mais comigo, deixei com o caixa antes de sair ontem à noite.

E o caixa: Comigo não estão, quando fui embora entreguei pro guarda.

E o guarda: Não estão comigo. Quando sai deixei com a sub-gerente !

E a sub-gerente: Não estão comigo, não ! Antes de sair deixei com a faxineira!

E  a faxineira: Nâo estão comigo não. Antes de sair entreguei para a porteiro da noite!

E o ladrão,enfurecido: Pô! Quem está roubando o banco sou eu!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 25/04/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras