José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos

Amor Antigo
Amor antigo é igual papel velho:
não tem mais por onde descolorir;
amor antigo também é esquisito:
vão os dois parar no ferro-velho.

Se seu amor é antigo não se preocupe:
logo surge um novo, em folha,
mas cuidado, mulher nova é de lascar,
uma hora enrola, outra nos enrosca!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 30/06/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras