José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos

Sua Vida
Passageira precariedade
de minha vida;
onde cresce o vazio
um de cada vez,
mas sempre um de vez.

Sua ida
me levou,
sem alento,
pro fim do mundo
lugar sem nome,
onde só habitam
os que não tem, e onde
só sobrevivem os
passageiros do vento !
José Kappel
Enviado por José Kappel em 24/09/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras