José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos

Mulher Anexa
tive uma mulher
anexa.

vira hora,
outra hora,
e ela estava
comigo
bem
perplexa.

parecia
grampeador:

bate e gruda
até no guarda
iluminador.

de onde veio,
não sei,
mas sei,
que pra me largar
tive que apelar
sem lei,
pro bom senso:

chamei um bombeiro
falador,
e ele me desgrudou
da tal mulher,
que mais parecia
uma ferreira
atrás de
bronze e ferro.

José Kappel
Enviado por José Kappel em 13/12/2006


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras