José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos

Despedidas de Bonfim
a partir de então
vira história.

e se vira história,
se desfaz
a hora.

chegar é
fácil,
fácil
é abraçar.

mas na hora
sem afins,
hora de
partir,
você chora
pra lá,
que eu eu fico
aqui,
no musgo dos bonfins,
morrendo por seu
corpo de seda.
onde habita a vitória.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 23/02/2007


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras