José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


Saint-Michel, dezembro de 1989.

Querido Joseph

O outono terminou e levou com ele as últimas folhas secas que faziam de tapete para as trilhas ao redor...

Um vento gélido sopra dos arredores da ilha, prenúncio de um inverno frio e triste...

Espio pela janela entreaberta e vejo as ondas batendo nos rochedos da abadia de Saint-Michel...

Penso em você...

O tempo passou, mas ainda sinto seu cheiro e ouço o som de suas risadas ecoando pelos corredores da casa...

Não há como calar o choro que me dói o peito
. A saudade faz rasgos profundos na alma...

Caminho pela solidão das horas e já não sei mais como viver meus dias...

Fico pensando onde esteja e se ainda lembra de mim...

O tempo me solapa as esperanças de um dia voltar a te encontrar...

Saudades sempre...
José Kappel e Marie
Enviado por José Kappel em 08/04/2017
Alterado em 27/07/2017


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras