José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


 Inverno de 1989

Você está me abraçando...
- Estou!
- Bem forte...
- Sim!
- Não vai me soltar?
- Nunca mais! Nunca mais!
Ela sorria, apertando o abraço, feliz...
Ele afastou um pouco a cabeça e olhou-a nos olhos. Estava sério, mas havia um brilho diferente em seu olhar.
- O que foi? Ela perguntou.
- Você sabe por que estamos aqui não sabe, Marie? Ele respondeu com outra pergunta.
- Não...
- Pra isso... disse ele, aproximando sua face da dela.
Foi o primeiro beijo entre os dois.
Desde aquele momento muito tempo havia se passado...
O coração deu um pulo e uma lágrima escorreu dos olhos sobre a mesa à sua frente...
No papel molhado, duas palavras tornavam visível o amor e a dor que ela carregava dentro do peito.

 
José Kappel e Marie
Enviado por José Kappel em 08/04/2017
Alterado em 27/07/2017


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras