José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


Uma flor, uma simples flor na janela do tempo da vida e o dia vira caleidoscópio de luzes.

Como calar a voz diante de tanta beleza de espírito? É como um arco-íris no céu, ilumina a retina dos olhos e derrama a mágica e encanto das cores nos recônditos mais profundos da alma.

É assim que deveríamos viver, derramando caminhos de cores e espargindo luzes e pétalas de flores na vida de quem nos é perto.
Seríamos mais felizes, nos lábios a alegria e nos olhos do coração a esperança de um mundo mais fraterno, torneado em amor e paz...

(Texto de Maria Roseli )
José Kappel
Enviado por José Kappel em 22/04/2017


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras