José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


sou primo
da prima,
parente do irmão,
vizinho da sogra e
amante da cunhada.

sou eficaz
no processo de
conquistar;
sou bento na
hora de alentar.

moro perto
de todos,
mas é da
cunhada
que morro
de apertos
e afeitos.

mas quis o
destino
me afainar
de solidão:

a prima casou
com o vizinho,
o irmão foi
viver com a
sogra
e a cunhada
bem...
a cunhada
disse que
eu
era frio
e fugiu
com o padeiro.

hoje já não sou um
bom forneiro pra dispor,
já que nem a mais bela mulher
entra no meu fogareiro de amor.


 
José Kappel
Enviado por José Kappel em 22/04/2017
Alterado em 24/05/2017


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras