José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


Senhora das Estrelas Brilhantes
 
Uma vaga pedra, igual a uma mulher, pode ser analisada, pesada, medida, confrontada, raspada, alisada ou virar uma incógnita.
No final, será abandonada.
Ninguém percebia que aquilo era ouro.

É igual amor, só pode ser encontrado  por uma pessoa. 
É uma das peripécias da vida.
Entre milhares só um vai ter a graça de saber que a vaga, amuada e  esquecida pedra era ouro puro.


 Senhora das Estrelas Brilhantes.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 05/06/2019
Alterado em 05/06/2019


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras