José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos

Seu Próximo Passo
Sou pouco,
e ralo o bastante,
mas pra chegar perto
do meu sonho,
tenho o alarido
dos céus razantes!

Sou pouco,
mas não sou travesso,
rodo o mundo de trastes,
à procura da gente dela,
que nasceu próximo a um
córrego,
e morreu no arremesso
do primeiro lago.

Tão fundo, que faz a alma,
construir sonhos
de arte.

Se me queres!
Queres assim:
dois pra cima,
veludo em calma,
flores esparsas,
mas toda guerreira!

Esgueira!
Deixa-me ser
seu próximo passo!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 07/06/2019


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras