José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


triste é voltar...
voltar sem ser amado.
triste é voltar...
sem ao menos ser 
o tal alado.

triste é voltar
com dívidas
de amor 
a pagar

e encontrar nosso amor,
de vida inteira,
nos braços de outro.

feitura de pajem, 
vibro de ouro.
na minha idade
sem aragem !

triste é voltar

de bonde, de trem,
na alva cavalariça
dos homens sem guerra.

mas, já não sei:
não volto
mais,

fui e não encontrei
voltei e não fui achado.

se, ao menos
parecido,
um rei existisse,
ia de machado
para a floresta
dos esquecidos,
quebrar os espelhos
de ontem.

e jurar de joelhos:
tal mulher,
é minha
dentro do nunca mais !

 
José Kappel
Enviado por José Kappel em 23/03/2020
Alterado em 23/03/2020


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras