José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


Quimeras

Agora que o mundo
desperta,
quisera que,
pelo menos uma vez,
uma vez somente,
nos déssemos as
mãos.

Quimeras!

Não por mero acaso,
mas pra saber
que eu existo
dentro de seu abraço,
dentro de sua vida!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 11/01/2021
Alterado em 19/01/2021


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras