José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos


Faço por ela

Voo, mas não é meu plano,
corro os cerrados,
avisto montanhas.
Depressa me defendo:
faço o voo rasante.

Faço por ela,
mas ela não diz por mim.

Se meço nossa distância
vejo pouco:
pois nado em alturas,
pra morrer augusto
perto da face dela,
perto de seu vento meigo
perto de sua paz,
que resplandece
em azuis de toda
sua festa!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 11/01/2021
Alterado em 19/01/2021


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras