José Kappel

Um amor sobrevive ao outro.

Textos

Ficar Morrendo...
não sei por quanto

e lento vão,

vou ficar nesta

história de fadas,

de ficar morrendo,

lépido, toda hora,

até com belos

cânticos.

cansei desses achados:

morre pra cá, morre

prá lá, entre claro

e escuros, onde nem tal

manchas de luzes

tenho em tal mesclado.

história de bem simples:

não quero viver nesta sinfonia

de vida sem fadas,

eu quero morrer mesmo,

bem afônico,

e lá sair de minha vida.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 19/12/2007


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras